Postagens

Mostrando postagens de 2009

Trincado e Intrínseco

Imagem
Alinhado Comprimido
Articulações que rangem
Dentes que trincam
Palavras malditas que não foram ditas
Trincam .

Игорь

Tessituras e Lâminas

Imagem
Senti uma presença . Um incomôdo que rompe da nuca e mesmeriza calafrios pela coluna, um choque na altura dos rins :

- O que está a fazer ?


- Estou a tecer uma nova trama.


- Como assim ?


- Um pesadelo , estou urdindo um novo pesadelo ...


- E de que tipo seria ?


- Do tipo literário . Que habita escaninhos e se confunde com o pó das estantes .




Игорь

Totem : uma anotação oniríca

Manchas negras e amarelas . Um enxame . Sentia os pequenos corpos,grãos de areia enchuvarados .
-Você viu ?
-Vi.
-Sabe como  elas são ?


Estendi a palma da mão
Ela se acomodou
Cerrei o punho 


- São como eu .




Игорь

Taxidermia

Я
Deve ter sido num domingo de manhã . Recordo –me do tempo nublado e frio . Eu e meu pai no Museu de História Natural . O Homenzinho Calvo disse :
- Ele é muito jovem !


Mas sorriu . Nesse dia aprendi o que era taxidermia .
ЯЯ
Os espécimes eram cuidadosamente limpos . Os órgão e ossos retirados . Restava só a pele , que poderia muito bem servir como tapete ou casaco conforme o caso .
O tronco era substituido por moldes de madeira , as articulações recriadas com arame . O arsênico lhes conferia vitalidade . O produto era perigoso e o Homenzinho Calvo o manteve longe das minhas mãos .
ЯЯЯ
Havia uma fantástica coleção de olhos de vidro . Enquanto examinava olho por olho , respondia perguntas sobre hábitos dos animais.
ЯV
Era muito jovem . Havia a preocupação com o Arsênico . Não podia ser um aprendiz naquele momento . De um forma ou de outra nunca mais vi o Homenzinho Calvo , a sala em estilo vitoriano onde emprestava imortalidade às bestas.




Игорь

Misturado ao concreto

Cansei da aula . Precisava de um café . Precisava sair e andar por ai . Do lado do curso há um prédio semiconstruído e abandonado . Uma torre em cimento nu e metal ferruginoso . Caminhei com os olhos fixos no fim da rua quando o ouvi . “Um gavião” pensei – “mas de qual tipo?” . Gostaria de vê-lo. De uns anos pra cá tornaram-se relativamente comuns pela cidade .Uma série de piados lancinantes e agudos . Meus ouvidos me guiaram e lá estava o rapace: no alto do prédio,exibindo suas cores apagadas que pareciam misturar-se ao concreto .

Curto e Circuito

Imagem
O que alguns chamam de estilo chamo de repetitivo .
  O que alguns chamam de fórmula , chamo desgaste .
                     O que alguns chamam de imaginação pra mim é só curto-circuito .
O que ...
              Curto e Circuito . Escravo de linhas, sinapses  e círculos .


Игорь

Esquife

Imagem
Ela caminhava elegantemente bela borda da piscina . Lancei-lhe meu melhor olhar . Indiferente continuou seu passeio." Bela formiga " - pensei - " Com 08 patas vermelhas ...08 ?? " Cheguei perto . Era um aranha negra de corpo esguio e patas rubras . Passava -se por uma formiga . Os pedipalpos assemelhavam-se a antenas .
Pluft ! A formiga- aranha caiu n'agua . Não se abalou . Continuou seu trote pela piscina . Corria pela superfície como uma lágrima por um espelho.Respeitoso(do que parecia ser o "ferrão"* ) afastei-me de sua rota . A pele da água repuxou e o aracnídeo foi atraído para perto de mim . Nova guinada,um pouco mais forte.Ela afundou tragada pelas mandibulas do minúsculo maelstrom produzido .
" Agora ela retorna a superficie ". A aranha que se fez formiga , no entanto não reagiu . Parecia um pequeno bloco de chumbo solto no espaço . Ia se afogar . Com as mãos em concha a resgatei . De forma delicada a arremessei de volta à terra…

Fake . Falso .Hipócrita .

Imagem
Até que ponto controlamos nossos actos ? 
Todo gestual pode ser rigorosamente ensaiado até a exaustão ? 
Fake . Falso .Hipócrita . E verdadeiro . 


В какой степени контролировать наши действия? Любой признак может быть строго проверены на истощение? Фальшивка. Ложь. Лицемер. И правда.


Игорь

Aroma de Grafite

O sulfite estava guardado numa gaveta . Por muitos meses evitou abri-la . Um dia pensou : chega . Abriu a gaveta , remexeu aqui e ali  e o resgatou . Engoliu em seco  ao ler as  palavras escritas numa caligrafia tímida e desengonçada . Suavemente tocou na geografia grafite . Sensorial ,  sentiu , ou talvez imaginou o aroma que ainda exalava . Estava decidido . Um fósforo . O papel agonizou e as marcas grafitadas e  queimadas subiram aos céus .  

Игорь

Hócus Pócus

Imagem
"Não há palavrões neste livro , exceto inferno ou Deus."

Kurt Vonnegut




Amorfo e sem nome

Imagem
Hoje  resolvi brincar . Papel e nanquim . Desenhar de um só jacto . Sem pensar , sem julgamentos , apenas agir e reagir . Que ilusão !  Sempre existe um pensamento , ainda que submerso . Algo que se move dentro de ti . Dentro de mim . Dentro de nós . Amorfo e sem nome .

Игорь

Maelstrom

Imagem
Maelstrom . Meu primeiro contacto com a palavra foi através de um conto de Poe . Minto foi no 20.000 Léguas Submarinas de Verne .  Depois foi uma informação aqui e acolá de um reader's digest ( anos 70 e guerra fria ) e livros marinheiros , uma confusão de histórias de navios - fantasmas , clássicos de literatura  e perólas trash à Capitão Pedro Sangre   . 
A palavra  ficou brincando dentro de mim até sair este rabisco . Feito de uma vez só , quando morava perto de mar e podia remover a maresia  das janelas com os dedos .


Игорь

O Tigre

"TIGER, tiger, burning bright

In the forests of the night,

What immortal hand or eye

Could frame thy fearful symmetry?

In what distant deeps or skies
5
Burnt the fire of thine eyes?

On what wings dare he aspire?

What the hand dare seize the fire?

And what shoulder and what art

Could twist the sinews of thy heart?
10
And when thy heart began to beat,

What dread hand and what dread feet?

What the hammer? what the chain?

In what furnace was thy brain?

What the anvil? What dread grasp
15
Dare its deadly terrors clasp?

When the stars threw down their spears,

And water'd heaven with their tears,

Did He smile His work to see?

Did He who made the lamb make thee?
20
Tiger, tiger, burning bright

In the forests of the night,

What immortal hand or eye

Dare frame thy fearful symmetry?"

William Blake. 1757–1827


Pode vê-lo ?? Ele esta ai te espreitando .


Игорь

Puro

Я
- Cara teve uma época que meu orçamento estava tão apertado que precisei beber café sem acúçar .
- Aquele tempo que tu dormia no chão ?
- Sim . Foi por ai .
- Mas que M ...
- Espere , aprendi a gostar do café puro . Depois de um tempo descobri o verdadeiro gosto do café .
- Amargo ...
- Não , maluco , descobri que era doce por si só .
- Hmmm.... acho que vou experimentar .


ЯЯ

Tem 02 semanas que tomo café puro . Sem nada que lhe altere o sabor . Ainda é amargo e não lhe descobri as sutilezas. Mas gostei .


Игорь

Fractais Vermelhos*

XE tudo devora , lobo .

ЯDeslealdade vestida de lealdade percorre ЯX que tudo almeja

ЯЯAlamedas trancadas e trajadas
VЯЯЯDe um coração estreito
ЯЯЯSangüineas sangrias
VЯЯDa insônia que se persegue

ЯV nos dias quentes de VЯEm movimentos espirais
V- noites claras

Игорь
* encomenda de Frank Saiu

Cubo Mágico

A água escorre.
Nuvens de vapor .
Fito-me no espelho.
De vez em quando desconheço e reconheço certos lampejos .
Dificil reduzir em palavras .
Quem sabe dentro de um cubo mágico .


Игорь

(Des)compasso entre pausas

(Des)compasso


 Com o que se escreve , como se escreve e para quem  se escreve .


(Des)compasso


 Com o que se pensa , com o que se deseja e se manifesta .



Игорь

Pausa

Pausa . Olho  o cinza  da chuva . Dias seguidos destes tons me tornam... britânico(??) . Só que não sou britânico . Espaços fechados me fazem mal . Prefiro caminhar debaixo da chuva até sentir frio . Só que quase  não sinto frio ...Procuro um momento de desolação ...ou seria um local ermo e herétiko , digo mermético , porra hermético ! Fim da pausa .

Игорь

Esquálido -Nocturno - esboço uno

Imagem
Desenhava antes de saber ler . Só que aprendi a ler com 05 ...Resultado: conflicto de imagens e textos . Copiava (do meu jeito ) as ilustrações de Gustav Dore de uma obra bílingue da Divina Comédia . Apesar do terror que me provocava não podia desviar os olhos . O Esquálido é uma criação da taxidermia lovecraftiana .
Olho pra esses rabiscos . Ainda não está pronto . Quem sabe na 10ª encarnação em papel ele se torna uma imagem a ser exibida numa tela de phósphoro .
Игорь

Velame Torcido

Gostei da  nau  . Do seu  Velame Torcido  ao  vento, os sussurros  que (se)  pronunciam.

Me lembra Poe ( O gato preto ) e Lovecraft ( Os gatos de UltИar ) ...


Игорь

Lembretes do Oneiros

1) procurar fotos de dinossáurios ;

2) escrever um conto sobre o meu último pesadelo, dentro do estômago de um elefante. Dúbio.

3) ajeitar o blog


4


5


6 - gosto de riscar . Observo minha linha da vida . Um tanto longa demais . Não deveria tê-la riscado tão fundo.

7) ...
HИhИ

Coffee Break ( pausa junguiana )

Forjas ....

Aço .....

De que liga fui feito ?

Oleiro...

Barro ...

Contemplo meu pequeno açoite de escorpiões .

Игорь HИHИ

Bocejo

Imagem
Atillio e seus amigos guepardos


Я
Um velho livro do meu avô: "A Africa Negra " de Atillio Gatti , escrito no começo do século XX. Politicamente Incorrecto até o talo . Safaris ... Visão Colonialista ....Os animais mais perigosos do Congo : Búfalos , crocodilos e leões . Só de leões ele (afirma) que matou mais de 30 com um bocejo :

" Oh sim matei mais de 30 leões , criaturas tediosas..." . Que consciência ecológica ... "Im not a nugget "

ЯЯ


Boa parte da biblioteca do meu avô se perdeu por ai . Consegui salvar alguma coisa . Livros de caça , histórias de pirataria e romances "noir" baratos . Agora digito Atillio Gatti e pipocam resultados . Minha única informação era seu nome e um dos seus livros . Agora é tão fácil: kultura geral, instântanea e desidratada . Tudo tão limpo . Tudo sem condimentos e nenhuma sabedoria .
ЯЯЯ




ЯV


Sonhei com caçadores e presas. O que eu perseguia ? Não lembro . Um link :


http://www.kacur.cz/index.asp?menu=1157&rec…

" Bukowski é do tipo de autor que se ama ou odeia. " ( by Mara - pintando música )

Я
Meus gatos . Devia ter me livrado deles enquanto podia . Mijam em tudo . Ao menos caçam os ratos que abundam no meus blogues .

É .
ЯЯ
Zanzo por ai , acho um blogue que fala sobre bloqueio de escritor . Existem centenas que falam sobre isto . Outros sobre a " terrivel dor " que é escrever ....

ЯЯ

Outra taça de vinho que está frio . Pena que não faz o sangue ferver . Sexo faz o sangue ferver no ponto exato . Nem um pouco mais nem um pouco menos .


OMB = Oh My Balls

ЯЯЯ

Bloqueio de escritor o cacete , se parar de escrever devo ... explodir . Nunca fiz a conta de quantos insights tenho por dia . Fora os insights onirícos , cujos vestígios anoto num bloquinho de notas. Depois viro de lado e volto a dormir abraçado.

ЯВ
Folha em branco : liberdade limitada pela sua peculiar geografia .

palavras: liberdade encerrada .

caracteres : liberdade formatada .

Fúria : divindade tectônica( Antes, durante e após o Crepúsculo dos Deuses)
Игорь

Я
Nos últimos dias tive estranhos sonhos . Meus sonhos são (quase) sempre assim, peculiares . De vez em quando os transformo em textos. Sonhei com ratos que se afogavam no próprio sangue . Não consegui interpretá-lo , conferir-lhe um quê de racional .Me fez acordar , ai rapidamente anotei num caderninho que deixo lado , no criado - mudo . Voltei a dormir.
ЯЯ
Uma estátua que se torna viva . Ela caminha pra fora do meu quarto e antes de ir embora sorriu pra mim . Sorri de volta, um sonho dentro do outro
ЯЯЯ

Um trapézio e a escuridão . Nenhum ponto de referência . Uma náusea forte do balanço . Sim estava pendurado . Uma náusea diferente do que o mar me provocava . Deixei-me soltar e mergulhei no vazio . O vazio era convidativo e negro .Alguém segurou minha mão . Aceitei . Não podia lhe ver o rosto . Fechei os olhos . Por que me segues ? Por que não me deixa partir? Por que faz estes jogos ? Me deixa cair . Ele deixa . Caio dentro de mim mesmo. Uma queda gostosa...

Игорь
Imagem
Passer Impetuosus
Já vi isto acontecer muitas vezes . O pássaro e o vidro . Ele não vê o obstáculo . Por vezes ele "escorrega" de cima abaixo em busca de um brecha inexistente . Outros mais impetuosos colidem. Curioso é os que sobrevivem . Eles aprendem a evitar os obstáculos invisiveis . Aprendem a voar por labirintos de fios e vidros . Mas não são livres . Se o vidro desparecesse , eles seriam ? Ou a liberdade é definida pela prisão ? Me proponho enigmas que não posso resolver . Игорь