Taxidermia

Я
Deve ter sido num domingo de manhã . Recordo –me do tempo nublado e frio . Eu e meu pai no Museu de História Natural . O Homenzinho Calvo disse :
- Ele é muito jovem !


Mas sorriu . Nesse dia aprendi o que era taxidermia .
ЯЯ
Os espécimes eram cuidadosamente limpos . Os órgão e ossos retirados . Restava só a pele , que poderia muito bem servir como tapete ou casaco conforme o caso .
O tronco era substituido por moldes de madeira , as articulações recriadas com arame . O arsênico lhes conferia vitalidade . O produto era perigoso e o Homenzinho Calvo o manteve longe das minhas mãos .
ЯЯЯ
Havia uma fantástica coleção de olhos de vidro . Enquanto examinava olho por olho , respondia perguntas sobre hábitos dos animais.
ЯV
Era muito jovem . Havia a preocupação com o Arsênico . Não podia ser um aprendiz naquele momento . De um forma ou de outra nunca mais vi o Homenzinho Calvo , a sala em estilo vitoriano onde emprestava imortalidade às bestas.




Игорь

Comentários

Luísa disse…
Essa é uma arte fantástica. A grande sala vitoriana dá-lhe um aspecto tétrico.

Beijos
Luísa
Игорь disse…
Cá Rio de Janeiro temos o Museu da Quinta da Boa Vista . Em alguns aspectos muito tétrico ;)

beijos
Sissym disse…
Quando vem novamente ao Rio ver seus filhos?!

Agradeço seu comentário.

Eu nunca esqueço de voce, querido amigo!

O tempo voa rapido mesmo... mas tem horas que o que veio junto é tão bom que dá prazer de relembrar!

Bjs
Игорь disse…
Oi !

Em breve ;)

bjos
Jens disse…
Putz, que experiência lúgubre para um jovem com a mente ainda em formação. Dizem que Hannibal Lecter começou assim... (não que esteja sugerindo que você seja um serial killer canibal, of course. Eu seria incapaz de uma maldade dessas, hehehe...)

Um abraço.
Beti Timm disse…
Lembrança marcante. Deixa um ar sinistro que perambula pelo seu texto.
Gostei.

Beijos
Игорь disse…
heheheheh

Hey Jens acho que este tipo de criação está mais para o pacato e sensato Norman Bates ! Heheheh

abraços
Игорь disse…
Oi Betty, obrigado .

Algumas lembranças ( ainda que virtuais ) o são ...

beijos
Dias frios e nublados. Cenário perfeito. Ou quase.
Um museu de história.
Mistério e suspense.
Hummmmm adoro !

Beijão
Игорь disse…
Oi Celamar , obrigado , cenário perfeito pra quê ?? Não responda ....

um beijo !
Katia Mota disse…
Arsenico veneno, vitalidade e vida... estranho isso né?

Um texto muito bem construido... curti...

bjs
Игорь disse…
Oi Kátia

É estranho sim...

bjs
LuRJ disse…
Imagino o ambiente.(Foi a partir daí que vc cismou em infernizar a vida do Gato).E o Homenzinho passou a fazer parte da coleção de empalhados,por isso vc nunca mais o viu...Está num porão qualquer,com seus olhos de vidro.Cruzes!!!
Игорь disse…
Eu ?? É O GATO que me inferniza rssss


beijos
Maringa disse…
Queria esse tipo de experiência. Morar no interior é muito ruim quando a gente quer conhecer coisas que estão além das nossas fronteiras. Aliás, eram espécimes de que?
Игорь disse…
Aves de rapina .

Um deles era um carcará .

Abraços