Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Taxidermia

Я
Deve ter sido num domingo de manhã . Recordo –me do tempo nublado e frio . Eu e meu pai no Museu de História Natural . O Homenzinho Calvo disse :
- Ele é muito jovem !


Mas sorriu . Nesse dia aprendi o que era taxidermia .
ЯЯ
Os espécimes eram cuidadosamente limpos . Os órgão e ossos retirados . Restava só a pele , que poderia muito bem servir como tapete ou casaco conforme o caso .
O tronco era substituido por moldes de madeira , as articulações recriadas com arame . O arsênico lhes conferia vitalidade . O produto era perigoso e o Homenzinho Calvo o manteve longe das minhas mãos .
ЯЯЯ
Havia uma fantástica coleção de olhos de vidro . Enquanto examinava olho por olho , respondia perguntas sobre hábitos dos animais.
ЯV
Era muito jovem . Havia a preocupação com o Arsênico . Não podia ser um aprendiz naquele momento . De um forma ou de outra nunca mais vi o Homenzinho Calvo , a sala em estilo vitoriano onde emprestava imortalidade às bestas.




Игорь

Misturado ao concreto

Cansei da aula . Precisava de um café . Precisava sair e andar por ai . Do lado do curso há um prédio semiconstruído e abandonado . Uma torre em cimento nu e metal ferruginoso . Caminhei com os olhos fixos no fim da rua quando o ouvi . “Um gavião” pensei – “mas de qual tipo?” . Gostaria de vê-lo. De uns anos pra cá tornaram-se relativamente comuns pela cidade .Uma série de piados lancinantes e agudos . Meus ouvidos me guiaram e lá estava o rapace: no alto do prédio,exibindo suas cores apagadas que pareciam misturar-se ao concreto .

Curto e Circuito

Imagem
O que alguns chamam de estilo chamo de repetitivo .
  O que alguns chamam de fórmula , chamo desgaste .
                     O que alguns chamam de imaginação pra mim é só curto-circuito .
O que ...
              Curto e Circuito . Escravo de linhas, sinapses  e círculos .


Игорь

Esquife

Imagem
Ela caminhava elegantemente bela borda da piscina . Lancei-lhe meu melhor olhar . Indiferente continuou seu passeio." Bela formiga " - pensei - " Com 08 patas vermelhas ...08 ?? " Cheguei perto . Era um aranha negra de corpo esguio e patas rubras . Passava -se por uma formiga . Os pedipalpos assemelhavam-se a antenas .
Pluft ! A formiga- aranha caiu n'agua . Não se abalou . Continuou seu trote pela piscina . Corria pela superfície como uma lágrima por um espelho.Respeitoso(do que parecia ser o "ferrão"* ) afastei-me de sua rota . A pele da água repuxou e o aracnídeo foi atraído para perto de mim . Nova guinada,um pouco mais forte.Ela afundou tragada pelas mandibulas do minúsculo maelstrom produzido .
" Agora ela retorna a superficie ". A aranha que se fez formiga , no entanto não reagiu . Parecia um pequeno bloco de chumbo solto no espaço . Ia se afogar . Com as mãos em concha a resgatei . De forma delicada a arremessei de volta à terra…