Remorso


-A rodoviária até que é arrumadinha .
- Falei pra você . A cidade é uma graça .
- Se andarmos muito rápido sairemos dela . Encantador , não ?
-  Como aguento você ?
- Você não aguenta , ama . Deixe que carrego tuas coisas .

Mãozinhas entrelaçadas até o Hotel . ( um dos 03 disponíveis ) .

яя

- Está ouvindo ?
-Estou. Tão próximo ...
- Parece que estão aqui dentro .
- Talvez estejam  ...
- Está vendo ?
-Sim , elas estão no ar-condicionado . Sobe aqui !
- O que são ?
-Andorinhas . Fizeram um ninho no ar- condicionado.
(Boa forma de se começar o dia ...)

яяя


Uma lembrança .Uma memória que veio junto com as andorinhas.
 Um disparo de espingarda de chumbo.Acertei em pleno vôo.
Na época não sabia , mas havia efectuado um disparo em  deflexão.
 A visada  é feita à frente do alvo.
Um disparo para o futuro.
A morte do que poderia ser. 

Игорь


Comentários

mara* disse…
O amor pertence ao tempo e por pertencer a ele só pode ser vivido pela memória. Teremos sempre, em nossas vidas, um amor sem limites, que nos arrebata quando nasce, que nos destrói quando torna-se impossível, que nos surpreende por ser eterno.

Beijos e boa semana
O que poderia ser não morre, pq não foi. rs
Gosto dos seus diálogos !
Na veia.

Bj
Игорь disse…
Gosto da forma como recriam ao interpretar meus textinhos .

um beijo e boa semana !
Katia Mota disse…
Eu gosto dos diálogos. É líquido se é que me entende? Não encontro outra forma de dize-lo.
Muito bonito...
bjs
Dilberto L. Rosa disse…
Impossível não "interpretar" teus devaneios, não é mesmo, meu caro de nome impronunciável?! Cá fiquei a kafkear e me perdi entre um idílio numa cidade interioranamente atrasadíssima e real e um sonho advindo de uma memória felliniana que irrompe tudo num final abrupto... Legal, não?! Abração! Gostei muito da postagem (o mesmo já não posso dizer do 'lay' novo... Tudo branco, é?!)!
Игорь disse…
Entendo . Eles fluem ...

obrigado :)

bjo
Игорь disse…
Oi Dilberto !


Felliniano ?? Rssss, não imaginei algo assim .

O layout anterior era branco , este ficou mais branco. Gostaria que ficasse como uma folha de papel sem adornos e arabescos , só a estética caracteres .

Abração
LuCordeiro: disse…
Queridão,estava na tua terra,por isso meu gato ficou catatônico por tanto tempo.Estive aí por uns dias.Presa num 10 andar de um prédio de condomínio cercado de grades,guardas e câmeras por todos os lados.Chuvinha fina,frio... E lembrei de vc:queridão mora por aqui,em algum lugar...
-Parabéns pela fase 1.Aguardo a 2.Vai dar certo!!!
-Qto às andorinhas... elas sempre me lembram coisa boa,calor,sol.
-A morte do que poderia ser? Passado ou presente,enigmática criatura?
-Lay branco=folha a ser escrita.
Lay preto,o meu=tá saturado.Será? Hj estou freudiana insuportável,pavio curto,chatíssima.Efeito eleição...hehehe.
Saudades de vc.
bjocas misss...
Игорь disse…
Oi Lu :)

Obrigado pel torcida !!

O futuro do passado do pássaro , oras ...

Oras, horas , bolas ... me enrolei rssss

beijos
Sra. K. disse…
"A morte do qu epoderia ser", lembrou-me do Benjamin quando diz de escovar a história a contrapelo...
queria encontrar palavras para o que senti com esse post, bonito, ma snão é só isso...
Игорь disse…
Obrigado pelas palavras que não foram ditas Sra K. Transforme -as num poema .